CIRURGIAS

Férias momento ideal para realizar sua intervenção!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on whatsapp
Share on telegram

Pois bem, chegou a hora de pensar melhor sobre o assunto, isso porque já estamos nos aproximando das férias, um dos momentos ideais para a realização de uma cirurgia plástica.

Por que esperar para fazer cirurgia plástica durante as férias?

Definir o melhor momento para fazer a cirurgia plástica é uma ponderação que precisa ser feita quando se está considerando realizar um procedimento. A época em que a operação é realizada não reflete diretamente no resultado cirúrgico, somente exige mais atenção e cuidado a determinadas questões relacionadas à recuperação. A principal delas é quanto ao período de repouso que será necessário após a cirurgia. Durante as férias, esse tempo pode ser maior e vivenciado de maneira mais tranquila, sem a pressão de ter de retornar o quanto antes às atividades rotineiras. Mas isso também depende do porte da operação plástica que será realizada.

Como decidir quando é o melhor momento para fazer a cirurgia plástica

Há procedimentos, como a abdominoplastia, que exigem até mais de um mês de cuidados pós-operatórios. Em outros, como a mamoplastia de aumento ou a mastopexia, os cuidados pós-cirúrgicos precisam de maior atenção por um período menor, de até 15 dias.

Outra questão a considerar é se a cirurgia plástica a ser realizada tem como ser planejada. Existem casos de procedimentos que são reparadores e não podem esperar para serem feitos. Tudo isso precisa ser discutido com o cirurgião plástico e com a família ou amigos, pois também existe essa condição: algumas operações em que são alterados os aspectos do corpo requerem que a paciente tenha o auxílio de alguém com quem possua intimidade durante a recuperação. É necessário verificar se essa pessoa estará disponível no período de férias para prestar ajuda.

Outro ponto que pode pesar na decisão sobre qual é o melhor momento para fazer a cirurgia plástica é a época do ano em que se estará de férias: inverno ou verão. Nos meses de temperatura baixa no Brasil (junho, julho, agosto e setembro), o número de procedimentos aumenta em até 50%, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Isso acontece porque o clima mais ameno é favorável ao pós-operatório por alguns motivos:

  • é possível usar roupas mais largas, o que facilita o uso de cintas de compressão, quando necessário;
  • há menos inchaço, porque no inverno a retenção de líquido é menor;
  • há menos exposição ao sol, o que reduz a possibilidade de a pele ficar manchada por ser exposta aos raios solares.

Não há nenhum problema em optar por fazer a cirurgia plástica no verão, desde que os cuidados sejam redobrados. Como pode ocorrer um pouco mais de edema, a recuperação pode ser mais longa. Talvez seja preciso incluir, também, sessões de drenagem linfática à rotina para ajudar a controlar o inchaço e intensificar a proteção solar para evitar o escurecimento das cicatrizes, bem como a permanência das manchas roxas na pele. O ideal é proteger a região operada com protetor solar e roupas por 90 dias, no mínimo.

Seja qual for a escolha, uma questão precisa ficar muito clara: a cirurgia plástica é um procedimento individualizado e só deve ser feita por iniciativa e vontade própria, não para satisfazer os desejos de alguém ou para tentar se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal. Converse com o cirurgião plástico antes de tomar a decisão para esclarecer todas as dúvidas e ter mais segurança sobre o que quer fazer.

Aproveite para tirar mais dúvidas e agendar sua avaliação com nossa equipe está pronta para lhe atender e retirar todas as suas dúvidas, Agende sua consulta através do nosso Whatsapp 98127-1010InstagramFacebook, ou  pelo telefone 4101-9144.