CIRURGIAS

Reconstrução mamária: conheça o procedimento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on whatsapp
Share on telegram

A reconstrução mamária é um procedimento que pode ser feito durante ou após a cirurgia de retirada de tumor decorrente do câncer de mama. Garantida por lei, a reconstrução leva em consideração a forma, a
aparência e o tamanho da mama contra lateral.

A associação entre mastologista e cirurgião plástico é indispensável no tratamento do câncer de mama. Essa integração é capaz de minimizar o sofrimento dos pacientes por permitir um tratamento completo desde a retirada do tumor até a reparação mamária, devolvendo, dentro dos limites possíveis, equilíbrio estético ao corpo.

A reconstrução da mama pode ser imediata, feita no mesmo procedimento da retirada do tumor; ou tardia, em outro tempo cirúrgico, quando o paciente alcançar as condições clínicas necessárias. Pode-se utilizar tecidos do próprio paciente (pele, gordura e músculos) e/ou materiais sintéticos (expansores e implantes de silicone).

O procedimento é feito em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para intercorrências. O paciente recebe sedação intravenosa ou anestesia geral, a ser recomendado pelo médico.

Para recuperar a simetria das mamas após a reconstrução, alguns procedimentos são possíveis na mama oposta: reduzir a mama; a mastopexia, cirurgia para levantar a mama; ou aumento.